Guida é destaque no UOL!

E nossas versões de festa do bolo de rolo ganharam destaque no UOL, como alternativa aos tradicionais bem-casados! Confira aqui!

http://goo.gl/albMLy

 

Guida no UOL!!

 

uol5 uol4 uol2 uol

Anúncios

Destaque no site Porto Alegre Quem Diria!

Fomos destaque no delicioso blog “Porto Alegre Quem Diria”, assinado por Claudia Aragón! Confira aqui!

07 de junho de 2013

BOLO DE ROLO EM VÁRIOS SABORES E FORMATOS

Em 2007, uma lei transformou o Bolo de Rolo em patrimônio cultural e imaterial de Pernambuco. Porque, segundo os entendidos, o doce vem da época da colonização, quando as portuguesas, sem encontrar as nozes que recheavam o tradicional “colchão de noiva”, decidiram trocá-las por goiabada. E o que acontece depois, basta pisar no nordeste para entender. Da Bahia pra cima, não há quem desconheça o sabor. Nem se tiver nascido no Rio Grande do Sul, como Helena Maria Guido Angeli, que viveu 13 anos em Maceió e herdou de lá mais do que um sotaque apressado. Em 2000, de volta a Porto Alegre, ela começou a fazer, no própria cozinha, o bolo de rolo que aprendeu com as quituteiras Irmãs Rocha, outra tradição alagoana. E hoje, vejam só, manda-os até para Fortaleza.

Guiada por GPS, estacionei meu carro em frente à casa amarela da confeiteira que mora no bairro Teresópolis. Lá dentro, ela me mostrou a cozinha industrial onde havia mais de 100 bolos quase prontos, com 6 recheios diferentes (além da goibada, tem nutella, chocolate, nozes, doce de leite e de ovos). Com a ajuda do marido e sócio João, ainda seria necessário aparar, embalar e colocar em cada uma a marca “Guida, Bolo de Rolo”, desenhada com traços da literatura de cordel. Além dos cilindros inteiros, pesando de 1,5kg a 60g, o casal também produziria ,em seguida, pequenas fatias servidas em papel de docinho de festa e bolachinhas. Fora os formatos especiais para o Dia dos Namorados.

Para adoçar seu amor, escolha o a união de dois bolinhos de rolo ou os coraçõezinhos de massa fofa. Na etiqueta das novidades, está escrito: “Não importa se você está de rolinho ou bem juntinho: esta é a versão do tradicional Bolo de Rolo para saborear a dois”.

http://www.portoalegrequemdiria.com.br/2013/06/07/bolo-de-rolo-em-varios-sabores-e-formatos/

BOLO DE ROLO EM FORMATOS E SABORES DIFERENTES

Guida Bolo de Rolo
Rua Dario Totta, 63, Teresópolis
(51) 3384.3912
http://www.guidaboloderolo.com

Guida Bolo de Rolo na Zero Hora!!

Sucesso de encomendas, a versão “apaixonada” do Bolo de Rolo acaba de ser destaque no caderno de gastronomia da Zero Hora da última sexta, dia 4/6, na coluna da Bete Duarte Clique aqui para acessar a versão online da nota na Zero Hora, como sugestão de mimo para o Dia dos Namorados.
Para nós foi uma grande honra receber uma citação numa coluna que tanto admiramos! O resultado foi uma chuva de ligações!

Bolo de rolo é reconhecido como Patrimônio Cultural de Pernambuco


Uma das delícias mais famosas da culinária nordestina, o bolo-de-rolo acaba de virar “lei”. Sancionado pelo governador pernambucano Eduardo Campos no final de abril, o projeto apresentado pelo deputado Pedro Eurico (PSDB) reconhece como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco o bolo enrolado feito de finíssimas camadas com goiabada.
“A Unesco recomendou, em 1985, que todos os países começassem a mapear os seus patrimônios imateriais, por perceber que a cultura de um povo não se faz só de tijolos e pedras. É também cantos, danças, jeitos de ser e de falar, crenças populares e sabores. A escolha de um bolo, como símbolo desse patrimônio, é o melhor reconhecimento de que a culinária faz parte da própria alma do nosso povo”, opina a pesquisadora gastronômica Maria Lectícia Monteiro Cavalcanti.
“O bolo-de-rolo nasceu a partir de adaptação do ‘colchão de noiva’ português – trocando, na receita, seu recheio de amêndoa por um de goiaba. E passou-se a enrolar esse bolo em camadas cada vez mais finas. Como um rolo. O nome vem daí. A receita é a mesma, em todos os Estados da região. Mas o de Pernambuco é diferente de todos os outros, pela delicadeza na maneira de enrolar as camadas”, explica Maria Lectícia. Hoje, o bolo-de-rolo é uma das delícias mais encomendadas em Pernambuco.


Bolo de rolo faz sucesso também entre os gaúchos
Depois de morar mais de 20 anos no Nordeste e aprender lá o segredo de diversas receitas da região, a gaúcha Guida Angeli resolveu trazer para Porto Alegre o bolo-de-rolo. “Desde a primeira vez em que apresentei o bolo aqui, numa das feiras de Natal da Sociedade Germânia, os pedidos não pararam mais”, conta ela, que hoje é conhecida como a “Guida do Bolo-de-Rolo”. “Na verdade, fiquei até surpresa ao perceber o interesse dos gaúchos pelo doce. A cada ano, o boca-a-boca aumenta”, diz animada.
Guida se orgulha de já ter até “exportado” bolo-de-rolo do Sul para o Nordeste. “Tenho clientes que acham as camadas do meu bolo mais delicadas do que muitos encontrados em Recife”, diverte-se. “Mas não há nenhum segredo de preparo, não: é tudo uma questão de prática e paciência, já que a receita é trabalhosa”, diz Guida. Cada bolo, feito artesanalmente, chega a levar mais de duas horas para ficar pronto.
“As camadas, finíssimas, são pinceladas na forma e assadas uma a uma”, explica.
Além da massa feita com a receita original, outro detalhe que faz o sucesso de Guida é a embalagem caprichada e os formatos dos bolos. “Certo dia, vi que o bolo-de-rolo também ficava bonito numa versão em miniatura e criei um pacotinho especial para ele, como acontece com os bem-casados”, conta. A novidade foi tão bem aceita que os bolos viraram presentinhos gourmets e até lembrancinhas de casamento, além de figurarem em cestas e cafeterias concorridas da cidade, como o Café do Porto, Alecrim, Cravo e Canela, Casa dos Sabores, Empório Brasil, Machri, Tangerina e Botequim da Letras. “Fico muito feliz de ver o interesse por coisas tão brasileiras, de nossas raízes”, afirma Guida. “Meu plano agora é ampliar cada vez mais meu “cardápio” regional.”