Feira no Quinta Avenida Center!

Programinha legal para estes dias de frio: venha visitar a feirinha especial que está sendo preparada no Quinta Avenida Center. A Guida Bolo de Rolo estará comandando uma das mesas do evento, com várias de nossas delícias!

Dias: 5, 6 e 7 de julho

Horário: das 10:00 hs até 19:horas
QUINTA AVENIDA CENTER
R. Vinte e Quatro de Outubro, 111 – Independência

 Porto Alegre – RS, 90510-000

Edição Especial para o Dia das Mães

Acaba de sair do forno mais um formato comemorativo para o Bolo de Rolo. Depois de fazer sucesso em casamentos, no Dia dos Namorados, no Natal e na Páscoa, agora chegou a vez das mamães ganharem uma homenagem especial. Acompanhados de um cartãozinho mais do que charmoso com os dizeres “Pra mamãe… um bolinho tão enroladinho quanto abraço e beijo de filho”, os estojos com mini-bolos são o acompanhamento perfeito para flores, cestas de café da manhã e outras surpresinhas. Garanta logo o seu, pois a produção é limitada!

Bolo de rolo para Namorados e Apaixonados

Os Bem Juntinhos: edição especial e limitada da Guida!
Acaba de sair do forno uma versão do bolo de rolo perfeita para curtir a dois: é o “Bem Juntinho”, uma brincadeira com o nome dos tradicionais bem-casados e um pretexto mais do que carinhoso para adoçar o dia de quem se ama.
São duas opções: na primeira, dois mini bolinhos são vendidos em conjunto, enlaçados e amarradinhos (até que a primeira mordida os separe…).
Já na segunda opção, 34 unidades de mini corações (cerca de 180 gramas) feitos com a massa do bolo de rolo e recheio de goiabada enchem um charmoso potinho com jeito de “coisas da vovó”, tampa coberta de tecido e laço de palha.
Uma boa sugestão para fazer bonito neste Dia dos Namorados, acompanhadas de flores ou de uma romântica cesta de café da manhã…
Já estamos aceitando encomendas! Ligue (51) 3384-3912 ou 8404-8251.

Os mini corações em detalhe: além da opção no potinho (abaixo),
pode ser vendido também a quilo, perfeito para ser
servido em eventos.
O pote, em close…
Detalhe do verso da etiquetinha…

Bolo de rolo é reconhecido como Patrimônio Cultural de Pernambuco


Uma das delícias mais famosas da culinária nordestina, o bolo-de-rolo acaba de virar “lei”. Sancionado pelo governador pernambucano Eduardo Campos no final de abril, o projeto apresentado pelo deputado Pedro Eurico (PSDB) reconhece como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco o bolo enrolado feito de finíssimas camadas com goiabada.
“A Unesco recomendou, em 1985, que todos os países começassem a mapear os seus patrimônios imateriais, por perceber que a cultura de um povo não se faz só de tijolos e pedras. É também cantos, danças, jeitos de ser e de falar, crenças populares e sabores. A escolha de um bolo, como símbolo desse patrimônio, é o melhor reconhecimento de que a culinária faz parte da própria alma do nosso povo”, opina a pesquisadora gastronômica Maria Lectícia Monteiro Cavalcanti.
“O bolo-de-rolo nasceu a partir de adaptação do ‘colchão de noiva’ português – trocando, na receita, seu recheio de amêndoa por um de goiaba. E passou-se a enrolar esse bolo em camadas cada vez mais finas. Como um rolo. O nome vem daí. A receita é a mesma, em todos os Estados da região. Mas o de Pernambuco é diferente de todos os outros, pela delicadeza na maneira de enrolar as camadas”, explica Maria Lectícia. Hoje, o bolo-de-rolo é uma das delícias mais encomendadas em Pernambuco.


Bolo de rolo faz sucesso também entre os gaúchos
Depois de morar mais de 20 anos no Nordeste e aprender lá o segredo de diversas receitas da região, a gaúcha Guida Angeli resolveu trazer para Porto Alegre o bolo-de-rolo. “Desde a primeira vez em que apresentei o bolo aqui, numa das feiras de Natal da Sociedade Germânia, os pedidos não pararam mais”, conta ela, que hoje é conhecida como a “Guida do Bolo-de-Rolo”. “Na verdade, fiquei até surpresa ao perceber o interesse dos gaúchos pelo doce. A cada ano, o boca-a-boca aumenta”, diz animada.
Guida se orgulha de já ter até “exportado” bolo-de-rolo do Sul para o Nordeste. “Tenho clientes que acham as camadas do meu bolo mais delicadas do que muitos encontrados em Recife”, diverte-se. “Mas não há nenhum segredo de preparo, não: é tudo uma questão de prática e paciência, já que a receita é trabalhosa”, diz Guida. Cada bolo, feito artesanalmente, chega a levar mais de duas horas para ficar pronto.
“As camadas, finíssimas, são pinceladas na forma e assadas uma a uma”, explica.
Além da massa feita com a receita original, outro detalhe que faz o sucesso de Guida é a embalagem caprichada e os formatos dos bolos. “Certo dia, vi que o bolo-de-rolo também ficava bonito numa versão em miniatura e criei um pacotinho especial para ele, como acontece com os bem-casados”, conta. A novidade foi tão bem aceita que os bolos viraram presentinhos gourmets e até lembrancinhas de casamento, além de figurarem em cestas e cafeterias concorridas da cidade, como o Café do Porto, Alecrim, Cravo e Canela, Casa dos Sabores, Empório Brasil, Machri, Tangerina e Botequim da Letras. “Fico muito feliz de ver o interesse por coisas tão brasileiras, de nossas raízes”, afirma Guida. “Meu plano agora é ampliar cada vez mais meu “cardápio” regional.”